The ReZort: Apocalipse Zumbi! Ou não…


The Rezort

Data de lançamento: 22 de junho de 2015 (Reino Unido)

Direção: Steve Barker

Lançamento em DVD: 16 de setembro de 2016 (Alemanha)

Música composta por: Zacarías M. de la Riva

Roteiro: Paul Gerstenberger

Elenco: Dougray Scott, Jessica De Gouw, Martin McCann, Claire Goose, Elen Rhys, Jassa Ahluwalia, Kevin Shen
Por David Zorzin

Os humanos tomaram novamente o controle da situação após uma catástrofe que provocou um surto de zumbis pela Terra, com isso, um grupo de investidores cria o ReZort, um tipo de safári onde pessoas de todo o mundo pagam para terem a chance de descontar sua raiva e atirar em zumbis que vivem como animais em um zoológico, presos, acorrentados e completamente controlados pelo local.

A história é muito simples de ser entendida, Melanie perdeu seu pai durante o surto e tem constantes pesadelos envolvendo zumbis, incentivada por seu marido Lewis, ambos vão até o ReZort na esperança de que a protagonista consiga enfrentar seus medos e superar esse trauma.

Junto ao casal, também está hospedada no safári Sadie, uma defensora dos direitos dos zumbis, (por mais que seja ridículo é isso mesmo, ela defende os direitos dos zumbis), que luta pelo fim da crueldade imposta pelo local e se infiltra no sistema tentando roubar informações que pudessem ser divulgadas na mídia e assim ajudar sua causa.


Ao invadir o sistema Sadie acaba danificando os controles de segurança que mantém os zumbis presos, daí pro final você já deve imaginar como termina, um a um os personagens são mortos em cenas extremamente fracas e forçadas. É o típico filme que não é preciso pensar para entender, jogam a ação em você o tempo todo e esperam que a correria, os gritos e o sangue seja o suficiente para você gostar.

Mas uma vez a mocinha sobrevive. Melanie é a única a permanecer viva, antes disso é claro, muitas discussões entre o casal principal, Sadie descobre que foi manipulada e que em vez de apenas coletar informações ela causaria o provável fim da raça humana, dois personagens causam um choque de esteriótipos ao serem ao mesmo tempo nerds viciados em jogos e babacas que dão em cima de qualquer coisa que respire.

Os dois últimos minutos do filme explicam um pouco melhor a história, mas não a deixam menos entediante, Melanie acaba descobrindo que na verdade os zumbis eram, pessoas africanas que estavam sendo “ajudadas” por uma ONG que as capturavam e a levavam para o ReZort. O filme termina com uma jornalista informando as barbáries causadas pelo safári quando a câmera começa a filmar o mar e uma caralhada de zumbis começa a invadir a praia, mostrando que teríamos um novo surto.

The Rezort é extremamente previsível, apresenta uma história fraca, cenas mal executadas, forçam uma ação sem graça, sem carisma, enfim, faltam palavras para definir os pontos fracos do filme, recomendaria para pessoas que gostam de entretenimento forçado, mas existem muitas outras opções desse tipo que são melhores em vários aspectos.