Oscar 2017: Os Ganhadores e A Vingança de Leo Dicaprio


Na madrugada de hoje, dia 27 de fevereiro de 2017, no meio do carnaval brasileiro, a cerimonia do Oscar apresentou algo que já pode ser considerado o maior erro da história da academia de cinema. Depois de várias criticas a Donald Trump, doces caindo de para quedas e 1 estatueta para Esquadrão Suicida (pasmem), o premio principal da noite, de "Melhor filme" teve um tremendo "FAIL" gritado a plenos pulmões. Tudo por que, alguem (que essa hora ja foi demitido) responsável por entregar o envelope do vencedor aos atores Warren Beatty e Faye Dunaway (ambos de Bonnie & Clyde - Uma Rajada de Balas, 1967), entregou o envelope errado, o que anunciava Emma Stone como melhor atriz, e confundiu os atores que anunciaram La La Land (2016) como sendo o ganhador. 


Algo absurdo, mas não impossivel, que marcará o Oscar 2017. A Premiação em si, até então, não havia apresentado-se como sendo grandiosa. Mas nos 45 do segundo tempo, eis a reviravolta. E Justamente no premio de melhor filme...

O Outro momento "Errooww"


E se você acha que esse foi o único erro da premiação, engana-se! Fora ter premiado como "Melhor Maquiagem e Penteados" Esquadrão Suicida (me recuso a acreditar que meu amor Star Trek Beyond perdeu!), durante a exibição do "In Memorian", sessão dedicada aos falecidos da industria, a foto da produtora australiana, Jan Chapman, que está MUITO VIVA, foi colocada ao lado do nome da figurinista Janet Patterson. 

"Eu fiquei arrasada com o uso da minha imagem no lugar da minha grande amiga e colaborada de longa data, Janet Patterson. Eu falei com a agência dela com urgência para checar qualquer foto que pudesse ser usada e eles me disseram que a Academia tinha tudo sob controle. (…) Estou viva, bem e uma produtora ativa." - Disse Chapman

E olha que no meio do evento, em torno das 00h, eu ja estava pensando em dormir achando que nada me surpreenderia... 4H da manhã foi meu limite, afinal, memes não pararam de surgir. NINGUÉM ficou de fora! 

LISTA DE GANHADORES


ATOR COADJUVANTE:

Mahershala Ali, "Moonlight: sob a luz do luar"

Jeff Bridges, "A qualquer custo"

Lucas Hedges, "Manchester à beira-mar"

Dev Patel, "Lion: Uma jornada para casa"

Michael Shannon, "Animais noturnos"

MAQUIAGEM E CABELO:

"Um homem chamado Ove"

"Star Trek: sem fronteiras"

"Esquadrão suicida"

FIGURINO:

"Aliados"

"Animais fantásticos e onde habitam"

"Florence: quem é essa mulher?"

"Jackie"

"La la land: cantando estações"

LONGA DOCUMENTÁRIO:

"Fogo no mar", de Gianfranco Rosi

"I am not your negro", de Raoul Peck

"Life, animated", de Roger Ross Williams

"O.J.: made in America", de Ezra Edelman

"A 13ª Emenda", de Ava DuVernay

EDIÇÃO DE SOM:

"A chegada"

"Horizonte profundo: desastre no Golfo"

"Até o último homem"

"La la land: cantando estações"

"Sully: o heroi do Rio Hudson"

MIXAGEM DE SOM:

"A chegada"

"Até o último homem"

"La la land: cantando estações"

"Rogue One: uma história Star Wars"

"13 horas: os soldados secretos de Benghazi"

ATRIZ COADJUVANTE:

Viola Davis, "Um limite entre nós"

Naomie Harris, "Moonlight: sob a luz do luar"

Nicole Kidman, "Lion: Uma jornada para casa"

Octavia Spencer, "Estrelas além do tempo"

Michelle Williams, "Manchester à beira-mar"

FILME ESTRANGEIRO:

"Terra de minas" (Dinamarca)

"Um homem chamado Ove" (Suécia)

"O apartamento" (Irã)

"Tanna" (Austrália)

"Toni Erdmann" (Alemanha)

CURTA DE ANIMAÇÃO

"Blind Vaysha"

"Borrowed Time"

"Pear Cider and cigarettes"

"Pearl"

"Piper"

LONGA DE ANIMAÇÃO:

"Kubo e as cordas mágicas"

"Moana: um mar de aventuras"

"Minha vida de abobrinha"

"A tartaruga vermelha"

"Zootopia"

DIREÇÃO DE ARTE:

"A chegada"

"Animais fantásticos e onde habitam"

"Ave, César"

"La la land: cantando estações"

"Passageiros"

EFEITOS VISUAIS:

"Horizonte profundo: desastre no Golfo"

"Doutor Estranho"

"Mogli: o menino lobo"

"Kubo e as cordas mágicas"

"Rogue One: uma história Star Wars"

EDIÇÃO:

"A chegada"

"Até o último homem"

"A qualquer custo"


"La la land: cantando estações"

"Moonlight: sob a luz do luar"

CURTA-METRAGEM:

"Ennemis intérieurs", Slim Azzazi

"La femme et le TGV", Timo von Gunten e Giacun Caduff

"Silent nights", Aske Bang e Kim Magnusson

"Sing", Kristof Deak e Anna Udvardy

"Timecode", Juanjo Gimenez

CURTA DOCUMENTÁRIO:

"Extremis"

"4.1 miles"

"Joe's violin"

"Watani: my homeland"

"The white helmets"

FOTOGRAFIA:

"A chegada"

"La la land: cantando estações"

"Lion: uma jornada para casa"

"Moonlight: sob a luz do luar"

"Silêncio"

TRILHA SONORA:

"Jackie"

"La la land: cantando estações"

"Lion: uma jornada para casa"

"Moonlight: sob a luz do luar"

"Passageiros"

CANÇÃO ORIGINAL:

"Audition (The fools who dream)", de "La la land: cantando estações"

"Can't stop the feeling", de "Trolls"

"City of stars", de "La la land: cantando estações"

"The empty chair", de "Jim: The James Foley Story"

"How far I go", de "Moana: um mar de aventuras"

ROTEIRO ORIGINAL:

"A qualquer custo"

"La la land: cantando estações"

"O lagosta"

"Manchester à beira-mar"

"Mulheres do Século 20"

ROTEIRO ADAPTADO:

"A chegada"

"Um limite entre nós"

"Estrelas além do tempo"

"Lion: uma jornada para casa"

"Moonlight: sob a luz do luar"

DIREÇÃO:

"A chegada", Denis Villeneuve

"Até o último homem", Mel Gibson

"La la land: cantando estações", Damien Chazelle

"Manchester à beira-mar", Kenneth Lonergan

"Moonlight: sob a luz do luar", Barry Jenkins

ATOR:

Casey Affleck, "Manchester à beira-mar"

Andrew Garfield, "Até o último homem"

Ryan Gosling, "La la land: cantando estações"

Viggo Mortensen, "Capitão Fantástico"

Denzel Washington, "Um limite entre nós"

ATRIZ:

Isabelle Huppert, "Elle"

Ruth Negga, "Loving"

Natalie Portman, Jackie

Emma Stone, "La la land: cantando estações"

Meryl Streep, "Florence: quem é essa mulher?"

MELHOR FILME:

"A chegada"

"Um limite entre nós"

"Até o último homem"

"A qualquer custo"

"Estrelas além do tempo"

"La La Land: cantando estações"

"Lion: uma jornada para casa"

"Manchester à beira-mar"

"Moonlight: sob a luz do luar"

E apesar do episódio bizarro, o prêmio de melhor filme foi mais que merecido para Moonlight. Os temas que o filme trata e a forma como ele trata são requisitos que o tornam importante para ser consagrado como o ganhador do ano de 2017. E por que o titulo é "A Vingança de Leo Dicaprio"? Bom, reza a lenda que ele fechou o envelope de Melhor atriz, deu um jeito de entregar por Warren Beaty, e saindo de lá mandou um "Nunca mais serei a piada dessa merd*"