Por Trás da Mídia #7 - Evil Bert



Mais uma edição começando, dessa vez não vou fazer nenhuma análise, vou contar uma história que aconteceu alguns anos atrás e ficou muito conhecida na época, claro que não iria postar aqui se não tivesse alguma coisa relacionada ao tema “mídia’’,  essa história mostra bem a força da comunicação e como é importante ter cuidado com tudo aquilo que você publica porque as consequências podem ser bem ruins.

Só lembrando que eu conheci a história no livro “Cultura da Convergência” de Henry Jenkins, agora vamos à história.

Sabe essas páginas tipo “Dilma Bolada”, “Chapolin Sincero” e coisas desse tipo? Já existiam pessoas que criavam isso a muitos anos atrás, mais exatamente no começo dos anos 2000 o estudante Dino Ignácio criou uma série de imagens chamada “Beto é do Mal” (usei a tradução que estava no livro) ou no original “Evil Bert”.

Essas séries de imagens eram simples montagens feitas no photoshop que colocavam o Beto da Vila Sésamo ao lado de figuras marcantes na história mundial como Osama Bin Laden, Hitler e representantes da KKK.


O grande problema ocorreu depois do 11 de Setembro quando representantes anti-americanos procuraram imagens de Osama Bin Laden para criar cartazes, pôsteres e camisetas em protestos contra o EUA, quis o destino que em diversos cartazes desses protestos, que foram ao ar para o mundo todo, trazia a imagem do Beto ao lado de Osama Bin Laden.



Agora imagina a reação dos criadores da Vila Sésamo e de todas emissoras que transmitiam a série ao ver um de seus personagens serem vinculados para o mundo todo ao lado de Osama Bin Laden. Detalhe que a série Vila Sésamo era transmitida nos países que estavam em guerra contra os americanos, mas por se tratar de uma versão adaptada o personagem Beto não aparecia.

Com isso surgiram dezenas de sites zombando do tema e associando personagens da Vila Sésamo a figuras terroristas, obviamente os criadores ficaram completamente irritados e segundo o livro essas foram as palavras de um dos criadores do programa:

- “Estamos ultrajados por nosso personagem ter sido usado de maneira tão infeliz e ofensiva. As pessoas responsáveis por isso deveriam se envergonhar. Estamos avaliando todos os recursos legais para impedir esse abuso e qualquer abuso semelhante no futuro”.


Fechando a edição de hoje, uma edição curta, uma curiosidade que acredito que poucas pessoas conheciam, mas que mostra a força da comunicação e o quanto uma informação publicada pode ter consequências horríveis, então cuidado com o que você coloca na internet.

-

Olá, me chamo David Zorzin, tenho 20, estou cursando Comunicação Social com ênfase em Jornalismo e pretendo me especializar em convergência do conteúdo televisivo para a Internet.

Acompanhe Nossas Redes Sociais: Twitter, Facebook, Instagram, Orkut (NOT), Filmow. Ah, e deixe seu comentário!