Vida de Taxista - A Série Táxi e seus derivados



Já ouviram falar de Luc Besson? Muito provavelmente que não, né? Pois saiba que ele é como o Stephen King: tem vários filmes ai que você assiste, e na verdade são de autoria dele.
Ele é um famoso diretor francês, e já dirigiu, produziu e escreveu filmes como: (Léon -) O Profissional, Nikita - Programada Para Matar, O Quinto Elemento, Subway, aquele filme da Joana D'Arc com a Milla Jovovich, o recém lançado Lucy, trilogia Carga Explosiva, Arthur & os Minimoys e suas continuações, 13º Distrito, Busca Implacável, Sequestro no Espaço, Dupla Implacável, e a própria franquia Táxi, e inclusive participa dos remakes (estadunidenses 99% das vezes) de seus filmes, e entre outros...
Ele, inclusive já foi chamado de "John Hughes dos filmes de ação" (mas também né, depois que chamaram o Shyamalan do "novo Hitchcock", é muita besteira atrás da outra).

Táxi - Velocidade nas Ruas, 1998
A história é sobre Daniel (Sammy Naceri), um jovem entregador de pizza, consegue largar seu emprego após bater seu recorde (com sua scooter), para trabalhar como motorista de táxi, o seu sonho de vida. E ele consegue o seu carro (um Peugeot 406), que... Consegue se transformar num carro de corrida, e... Não imagine um Crazy Táxi da vida; realmente nesses momentos vira um Velozes e Furiosos (o primeiro, para ser exato).
Enquanto isso, Emilien (Frédéric Diefenthal), um horrível detetive, apaixonado pela sargenta Pietra, interpretada por Emma Wiklund, atriz sueca linda, que até parece com a Hilary Swan, e péssimo motorista. Um merdinha basicamente.
O universo une essas 2 almas francesas para impedir assaltantes de bancos alemães.
Ah sim, e tem a Marion Cotillard no elenco. Isso já vale o ingresso.

O filme foi escrito e produzido pelo Besson, pouco depois do mesmo ter escrito O 5º Elemento, e dirigido Gérard Pirès que um pouco antes das filmagens sofreu um acidente de cavalo e permaneceu no hospital, e enquanto isso, o futuro diretor das sequências, Gérard Krawczyk, supervisionou a direção enquanto ele estava no hospital.

Táxi 2, 2000

Um ministro de defesa do Japão está em Paris para avaliar as táticas anti-gangues de lá (Bernard Farcy apareceu no filme e original e vai aparecer em suas sequências, é o comissário neurótico idêntico ao Superintendente das tiras de Mortadelo e Salaminho), e uma das encenações é ele sendo "sequestrado", e acaba que ele é realmente sequestrado pela Yakuza, junto com a Pietra, e isso motiva ainda mais Emilien tentar resgata-lo(s). E adivinha quem irá ajuda-lo nessa aventura, pessoal?! Exato, o Daniel, com seu táxi tunado, e a filha do ministro, saem em busca do mesmo. E como sempre, Emilien não faz nada de tão útil no filme.


A produção deste filme foi conturbada, pois o cameraman Alain Dutartre, foi atropelado e morreu. O motivo foi a negligência do dublê que estava dirigindo o carro, Rémy Julienne, que mais tarde foi dado 18 meses de pena na prisão e uma multa. Produtores e diretor foram inocentados das acusações.

Obs.: Essa cena é uma das mais interessantes.


Táxi 3, 2003
Antes de mais nada, uma perseguição pelas ruas de Paris:



Desta vez, um grupo (outro!), de ladrões chamado gangue do Papai Noel são vilões do filme, roubando bancos, sequestrando pessoas... O de sempre. E a líder deles é ninguém menos que uma jornalista. Enquanto isso, Emilien descobre que Pietra está gravida de seu filho, e Daniel está no meio de uma crise emocional após sua namorada (a Marion, que só aparece no primeiro filme e no segundo a desculpa é que ela está em viagem para um programa de moda, ou algo assim) te-lo abandonado por causa de sua excessiva tara com o seu táxi tunado.

Bem... Não dá pra contar a sinopse do filme sem falar sobre o filme inteiro, então... No final ocorre uma perseguição na neve, que assim como a abertura que não é relativa a estória do filme, e a abertura, são completas homenagens aos filmes do 007. E se você assistiu o vídeo do inicio, saiba que o estranho mascarado é ninguém menos que um dublê... Mas imagine que era o Sly, pois quando tira a mascara é ele mesmo, que teve sua voz dublada em francês.

Táxi 4, 2007
Um criminoso belga fica sob custódia da policia francesa para ser transportado mais tarde para uma prisão do Congo. 
Emilien, inútil como é, depois de uma cena longuíssima, é enganado pelo super ladrão, e o mesmo consegue escapar. Então Emilien é demetido, mas com a ajuda de Daniel, ele consegue captura-lo. 
Paralelo a isso, Emilien deixa seu filho e o de Daniel com o seu sogro (se não me engano, sinceramente nem lembro mais do filme), que era um ex-sargento do exercito. E onde está a Pietra? Ela está infiltrada na gangue do ladrão belga.
O filme tem a participação do futebolista francês Djibril Cissé, logo no inicio.

Apenas mais um detalhe, é que o carro utilizado nesse filme é agora um Peugeot 407.

O filme, assim como os outros, foram um sucesso de bilheteria.
Esse foi o último filme da série original.

O Remake de 2004

Dirigido por ninguém menos que Tim Story, aquele diretor fantástico dos 2 filmes fodásticos do Fantastic Four, a trama se passa agora pelas ruas de Nova York, e o taxista demoníaco dessa vez é a Belle Williams (Queen Latifah), uma mecânica e motorista que sonha em conseguir ser piloto de NASCAR. E... Ah, é um remake do filme original, não tem segredo do que trata o filme, a diferença é que o grupo de ladrões são modelos, além, obvio, a ambientação do filme. E dessa vez, o policial incompetente é o Andy Washburn (Jimmy Fallon).


O filme é bem... Americano. É uma legitima comédia de verão.

Arrecadando 3 vezes o seu orçamento, a crítica massacrou o filme.

É muito provável que em algum momento de sua vida, você deve ter assistido esse filme na Sessão da Tarde, Tela Quente, Temperatura Máxima, ou até na Fox.

Obs.: esse gif é a coisa que mais aparece quando se pesquisa imagens do filme

Dhoom, 2004
Depois da Europa, América do Norte, iremos para a Asia, onde trama é sobre Jai Dixit (Abhishek Bachchan), policial que tenta prender um grupo de ladrões, pilotos de motos, em Mumbai, e para isso, decidi unir forças com a Fateh (Uday Chopra), um traficante de motos.

O filme não é necessariamente um remake do filme de 98, mas bebe muita da fonte dele.

Acabou que Dhoom foi um dos maiores sucessos de 2004 por lá, gerou 2 sequências, em 2006 e 2013.


Taxi Brooklyn, 2014
Uma série franco-americana, exibida na NBC desde abril deste ano (2014), Táxi Brooklyn é sobre Caitlin Sullivan (Chyler Leigh), ou Cat, uma detetive do departamento policial de NY, que tem (assim como Emilien e Andy) sua carteira de motorista suspensa, e acaba se junta a Leo Romba (Jacky Ido, e... Nossa, parece nome de cantor de funk carioca), motorista de táxi, que assim, juntos, fazem suas investigações pela NY (são uns leigos perto do Besouro Verde e Kato), ao mesmo tempo, tentando descobrir sobre o assassinato de seu pai, suspeitando que os culpados foram da família Capella (Ah... Deixa eu adivinhar: são ítalo-americanos?).

Dick Dale and his Del-Tones - Misirlou
Um clássico
Pelo menos até o 3º filme da série original, está música toca sempre no incio.
No 4º já foi trocada por aquela versão do Black Eyed Peas, Pump It.


Então, este foi o post, espero que tenham gostado, e os 4 filmes originais já estão disponíveis num box, mas o preço já não está tão mais barato quanto antes, por sinal.

Alguém