Super Mario Brothers - O Filme


Há muito tempo atrás (65 milhões de anos, mais precisamente), a Terra era dominada pelos foderosos dinossauros e ninguém os incomodava, pois não havia gente naquela época. A vida era uma boa, mas então algo inesperado aconteceu, e um fudendo meteoro gigante atingiu a Terra; adeus, dinossauros. Mas, os livros que lemos na 1ª série nunca falam que na verdade, nesse momento do impacto, foi criado uma outra dimensão, paralela a nossa, onde alguns dinossauros sobreviveram e se tornaram uma espécie inteligente e agressiva, assim como nós.
Hail to the kings, bitches

No Brooklyn, existe uma área, onde alguns metros abaixo tem um portal para este mundo alternativo, e misteriosamente uma jovem que protesta pelo preservamento daquela área, (Princesa) Daisy é sequestrada por 2 palermas. Os irmãos Mario, Mario e Luigi, encanadores, decidem resgata-la (Luigi se apaixonou por ela), e caem em Dinohattan, onde é dominada pelo tirano Rei Koopa (que evoluiu de um T-Rex). O motivo mesmo pelo qual Daisy é sequestrada é porque ela nasceu nesse mundo jurássico, mas foi trazida pela sua mãe (que foi morta logo no inicio) para o nosso mundo para ficar em segurança, pois ela tinha uma lasca do meteorito mágico que atingiu a Terra; ligando o último pedaço, o portal estará totalmente aberto para eles entrarem em nosso mundo.

Ei, vamos criar uma nova franquia caça-nique, baseada nessa moda ai entre jovens! Ah... Super Mario Bros., o joguinho ai da Nintendo. 

Nada melhor do que fazer o primeiro filme baseado em um game onde o protagonista é um trolho encanador gordo e baixo correndo e pulando, quebrando blocos suspensos no ar, pisando em tartarugas antropomórficas, e tentando salvar uma princes... Bem, você já deve saber tudo, e não é preciso simplificar a estória dos games dessa franquia, pois elas já são simples! Parece que estou dizendo os games são ruins, nunca, são excelentes como muitos da Nintendo, mas, fora a visão do lucro que os produtores achavam que esse filme daria, qual outra ideia eles tinham na cabeça para re-criar esse universo fantasioso para o cinema?

Segue então abaixo algumas curiosidades do filme;

- Bob Hoskins (1942 - 2014), o Mario, só descobriu que personagem estava fazendo, quando seu filho lhe mostrou o próprio jogo e explicou do que se tratava;

- Antes de Hoskins, era meio previsível que outra opções para o papel do Mario eram Danny DeVito e Bruno Kirby (1949 - 2006); 

- Dustin Hoffman também demostrou interesse no papel do Mario, por que? Porque seus filhos eram fãs (que não era na época... Quem não hoje em dia ainda?);
(Tem nada haver, mas Raul Julia (1940 - 1994) só aceitou o papel de Bison no filme do SF (1994), por causa dos seus filhos!)

- O próprio Tom Hanks queria o papel do Mario, mas os produtores não achavam que... Bem, vou explicar como entendi: Hanks não tinha vindo de filmes realmente de grande sucesso, bem notórios (Splash entre outros podem ser considerados clássicos para muitos, mas os produtores não achavam isso), então queriam um nome de peso para o personagem título (personagens títulos no caso). Grande sorte dele por sinal, os anos 90 foi O ano para o cara;

- Atores que já recusaram o papel de Koopa (ou Bowser, que seja! ...), foram Michael Keaton, Arnold Schwanneger Schwarzenneger (quase escrevo certo..), e Kevin Costner;

Maravilhoso orçamento, em?
- É comum ver os atores reclamarem do filme, admitindo serem o pior que eles já participaram;

- A própria produção parecia ser um inferno, como Hoskins ter quebrado os dedos, cenas re-escritas várias vezes...;

- A tal arma de "desvolução" é apenas um Super Scop (uma das "armas futuristas" jogáveis para o SNES, nesse caso era uma bazuca) com outra pintura;

- Diversos elementos dos jogos (basicamente o 1, 2, 3 e o World), são vistos no filme, como a Bomb-Omb (é pronunciar essa palavra), os cogumelos (que não fazem você aumentar de tamanho, mas sim eles aumentam de tamanho, também por causo do antigo rei de Dinohattan... Ah, longa história), aquela nave lá do Bowser que ele usa na fase final contra o Mario, aparece também nesse filme; um lança chamas (referência a Fire Flowers?), o deserto, a própria princesa Daisy, o Bullet Bill, e alguns outros;

- Por falar no Bullet Bill, o papel dele no final serve como uma "bateria" para a "bota de pulo" do filme, que é uma explicação para o porque o peso zero do Mario;

- A música dos créditos finais é Almost Unreal, cantada pela Roxette, que parece mais que fugiu dos anos 80;
...
- O designer de produção desta bagaça foi ninguém menos do que o diretor de arte de Blade Runner, David L. Snyder;

- O próprio estilo do filme tentou pegar um pouco da formula de Caça-Fantasma (comédia e ficção-cientifica) e Mad Max (uma crítica social! Mais ou menos, como aconteceu em Homem de Ferro 3: simples e besta), e obviamente, Blade Runner, pelo cenário;

- Um dos primeiros roteiros tinha como base uma comédia-aventura fantasiosa onde Mario e Luigi eram realmente o foco, e eles tentavam salvar a princesa Hildy Von Shaft, do Koopa;

- O boneco Yoshi era capaz de fazer 64 movimentos separados devido a 200 metros de cabo amontoados dentro de sua estrutura de 3 metros de altura. Ao todo, houve 9 marionetes foram usados ​​para operar o boneco;

- O foda Dan Castellaneta foi o narrador do prólogo (feita de última hora na pós-produção). Ele é ninguém menos que o dublador original do Homer Simpson, "vovô Simpson" (Abraham), Krusty, Barney, entre outros;

- Provavelmente muita gente nem viu a metade do filme de tão ruim, mas existe uma cena pós créditos onde Iggy e Spike (seriam... Genéricos do Wario e Waluigi? Ou do Bulk e Skull, ou vice versa?), estão no nosso mundo e conversam com dois empresários japoneses para criarem um novo jogo, intitulado "The Super Koopa Cousins" (Primos, em inglês).
"Vocês não vão acreditar" Não, é fácil acreditar que não cogitaram uma sequência
Mas então, o filme foi um enorme fracasso de bilheteria, isso desanimou a Nintendo, tanto que um projeto futuro, Metroid, não existe mais (acho que nem a própria franquia; maldita Nintendo). E obvio, a crítica massacrou o filme. Mas existem fãs do filme, e inclusive, obviamente a fonte para este post foi o site Super Mario Bros. The Movie Archive, onde tem várias informações e fotos da produção do filme.

Super Mario Bros. O Filme - a primeira, de várias futuras tentativas de se adaptar um game para os telões.

Direção: Rocky Morton 
Roteiro: Parker Bennett, Terry Runté e Ed Solomon
Produção: Jake Eberts e Roland Joffé
Ano: 1993, 28 de maio
Elenco: Bob Hoskins, John Leguizamo, Dennis Hopper, Samantha Mantis...
Duração: 104 min.

Alguém