O Espetacular Aranha-Humana 2: A Ameaça do Faísca

Crítica: Attention, this post contém inúmeros Spoilers
Entãaaooo... Foi praticamente impossível de escapar dos inúmeros e inúmeros elogios de várias pessoas que assistiram o filme e os vários spoilers. Fui todo alegre assistir ao que seria o melhor filme de 2014 (yep, parece que tudo mundo dizia foda-se o Capitão América), e tal...


... Mas então, primeiramente, o que Nova York trás para o Ho... Quer dizer, o que o sr.Marc Teia Webb no trás dessa vez? Após os eventos do primeiro filme, Peter Parker embora esteja mais confitente de si como um super-herói, sendo o Aranha como conhecemos dos Quadrinhos e animações, ainda tem (em apenas umas 3 cenas), alucinações do falecido pai de Gwen, o qual fez uma promessa para nunca chegar perto dela, tendo certeza que qualquer coisa de ruim poderia lhe acontecer. Promessa essa, que acaba por ser quebrada, pois ambos namoram, mas com essa vida agitada de herói mascara, acabam por prejudicar essa relação. Essa relação entre os dois por sinal, é ótima. 

As cenas com o Garfield e Stone são ótimas, com diálogos bem feitos, irônicos, a química realmente flui bem neste filme. Mas então, em meio disso, durante uma perseguição policial (impossível não lembrar da cena dos carros policias do primeiro Blue Brothers), onde quem está fugindo é o russo Aleksei, AKA Rhino, o Aranha salva Max (Jamie Foxx, simplesmente, perfeito no papel), um homem que em si é a prova de como a maioria das pessoas são verdadeiras felasdaputas, pois o mesmo é totalmente excluído e ignorado por todos (e teve vários projetos ótimos para a OsCorp, mas acabaram por nem darem crédito a ele (maldito Utivich e aquele cara calvo), mas é um fã absoluto do Aranha, e acaba sendo salvo por ele. 

Mas mais tarde, Max acaba por ser eletrocutado e caindo num... Lugar lá cheio de enguias; bem, como o sr.Pedro Santos mencionou naquela Áudio-Crítica, tudo relacionado a uma conspiração envolvendo a Oscorpo; está que também envolve os pais do Peter, mas falarei um pouco mais sobre isso lá embaixo. Max é um dos vários vilões do Aranha: um cientista inocente que infelizmente se transformou nisso, um monstro basicamente. Falando nisso, essa sensação que tive de pena, e de ainda querer um final feliz pra ele, era a que eu esperava no primeiro filme com o dr.Connors (assim como nas HQs, que envolvem o homem bom que se transformar num monstro que não queria, e que ainda tem esposa e filho que tem grande risco de morrer).


E eis que acaba surgindo Harry Osborn, interpretado de forma excepcional por Dane DeHaan; eu só conseguia ver um Artemis Fowl a cada cena, e que também não via exatamente como o vilão do filme (vilão mesmo era aquele cara lá careca). Aa, admitindo logo, o elenco deste filme é realmente muito bom, um dos melhores de uma adaptação de HQs. Mas então, como todo mundo já sabe, Harry é filho do Norman, o primeiro Duende Verde de todos, amigo de longa data do Peter, mas aqui nesse filme, é basicamente a melhor coisa durante toda a película: existe uma doença genética envolto a família Osborne (ia dizer maldição, mas maldição mesmo é nas HQs, aja Duende Verde, e, meio que não vem ao caso, mas aja também Duendes...), e Harry já chegou na idade da manifestação dessa doença. 

Norman morre, Harry virar "dono" da empresa, e descobre que as pesquisas feitas por seu pai e o de Peter, envolvendo o cruzamento de especies, acabam por conter a cura para sua doença terminal: a aranha. Um tipo regeneração, que acabaria o curando, mas todas as pesquisas foram aparentemente eliminadas após o incidente envolvendo o dr. Connors (do 1º filme). Harry então recorre ao Homem-Aranha. Mas então, vai que o sangue dele não melhore ele, o faça morrer (mas ele já não tá fadado a morte?), então ele rejeita. E ai que Harry se alia ao Max, agora o Electro vingativo.

Mas então, isso ai em cima era pra ser uma simples sinopse do filme... Mas foi eu que escrevi, então nunca acaba sendo meras 5 linhas de texto.

Então, sobre o roteiro... Digamos que após a sessão, você tem aquela impressão que na real foi fraco, e e algumas vezes tinha algumas coisas forçadas, mas acaba compensando pelos personagens (inclusive até pelos secundários como o Rhino e Felicia), e as ótimas cenas de ação. Mas não irrita tanto quanto a do primeiro filme, que basicamente não tem uma transição de trama pra outra, fica tudo junto e no final aberto pras continuações. Aqui a mesma coisa, mas como eu citei acima, o lance com pai, e a descoberta do esconderijo subterrâneo ficaram muito forçada, do tipo "Ah, temos que terminar essa estória do pai dele aqui logo", e o papo do Peter ser destinado a aqueles poderes... What?! (bem, não falam exatamente que ele é destinado, mas deixa muito a entender) 

Falando nisso também, o prologo também é ótimo, apenas peca na câmera alá Jogos Vorazes. E o final também, sobre como parar o Electro, reparando o lançador de teias, ficou muito corrido também. E então BOOM! Eis que imediatamente quando eu pergunto para mim mesmo "Caramba, todas as cenas de ação foram boas, mas vai ter nenhuma que dê aquela sensação de frio na barriga?", chega Harry, agora como o Duende Verde (méh... Sem comparações com a trilogia do Raimi), todo pomposo, fodão de si. E mesmo a batalha entre o Aranha e o Duende durando míseros 2 minutos e meio, por ai, foi a batalha mais tensa, e melhor de todo o filme. E sabe que eu queria dar um sorriso depois de perceber que todo mundo se assustou basicamente com a morte da Gwen, mas não consegui. Quem consegue? < isso ai foi uma pergunta retorica na verdade.

O visual também é lindo, acho que teria sido melhor ter visto em 3D, ou até numa daquelas salas XD, mas eu também não sou rico ¬¬

E o uniforme também ficou ótimo, ambos uniformes, do 1º e desse 2º filme estão perfeitos (Quando teremos a famosa minuscula capa de teia no sovaco nas telonas?!)

Mas então, esse é realmente -até o momento, claro- o filme definitivo do Aranha? Bem, eu diria que não. Apenas não mesmo. Agora, o Andrew Garfield como o Aranha, não preciso comentar, todo mundo já sabe mesmo que esse sim, é O Peter Parker. Agora é esperar pras sequências e ver no que dá.

Basicamente é um filme 7,5

E irei terminar este post, não com um trailer do filme, mas sim com a abertura de uma melhores animações de super-heróis, que infelizmente... Foi cancelada tal como a d'Os Vingadores, para dá espaço para outra... MALDITA DISNEY!

Alguém