500 Dias com Ela - Por Rafael Tekken

O Post contém SPOILERS!
Todo mundo um dia já passou por um problema amoroso. Seja uma namorada que nos deixou (por "N" motivos), a um amor não correspondido, enfim, cada um de nós passou por uma desilusão amorosa. Muitos de nós, vemos finais felizes em filmes/Séries/Livros que nos mostram que um simples beijo roubado resolve todos os problemas. Mas não é assim que acontece...

E vendo toda essa ilusão mostrada na Cultura Pop, é difícil achar algum produto que realmente fale a verdade, mas de vez em quando aparece um. E nesse caso, falo de 500 Dias com ela, que é um filme que todo mundo que já passou por essa situação, deveria assistir.
O filme conta a história de Tom Hansen (Joseph Gordon Levitt), um jovem escritor de cartões de felicitações, que tem uma ótima aptidão para engenharia, mas não tem uma grande motivação em sua vida. Até que ele conhece Summer (Zooey Deschanel), uma jovem e linda mulher que o faz se apaixonar, e pensar no "amor verdadeiro". Mas existe um problema: Summer não quer um relacionamento sério, e deixa isso bem claro a Tom, que por sua vez, acaba ignorando isso, na esperança de que ela se apaixone.

Ao longo de toda a trama, vemos váriações de dias com ela (dai o nome do filme no Brasil), sendo que as vezes, vemos uma cena do dia 126, que avança para o dia 322, para comparar as situações (geralmente, as antigas são as mais felizes p/ Tom). Até que dado momento, Summer decide acabar com esse Relacionamento Casual, e Tom fica desolado. Ele entra em uma depressão, que o acaba afetando no trabalho, e em sua vida, que ele acredita não valer nada.


Mas as pessoas amadurecem...
Depois de tanto sofrimento e ódio que sentia por Summer (sendo que assim como nós já fizemos, Tom, acreditou que o relacionamento poderia voltar ao normal e fez de tudo o que podia) ele resolve tomar um rumo em sua vida. Começa a aprender mais sobre engenharia, começa a pensar e fazer outras coisas que gosta, e no final, chegou a conclusão que Summer não é uma "Vaca sem coração", e sim, uma pessoa realista (sendo que a mesma deixou isso claro desde o inicio). O filme acaba com Tom indo para uma entrevista de emprego, e conhecendo uma nova mulher,  Autumn ("Outono", em inglês).

O que eu tiro desse filme, e acho que muitos deveriam tirar tambem, é que os Filmes/Séries/Livros nos fazem acreditam que existe um amor verdadeiro, e que as coisas são como são mostradas nas histórias. Mas não é dessa forma. O que dificilmente vemos nos filmes, é que existem várias outras complicações, e que a realidade é bem diferente. Mas o que devemos fazer depois de tomar um belo "pé na bunda" ou terminar um relacionamento de alguma outra maneira, e lembrar que sempre te mais mulher por ai, kkk.
500 Dias com Ela é um dos melhores filmes que já vi em sua categoria!

PS. Recomendo a Trilha sonora.