Os filmes mais fodas envolvendo robôs como "o prato principal"


Nossa, são tantos filmes envolvendo robôs, e ciborgues, mas acabei escolhendo realmente escolhendo apenas alguns. Embora, entretanto, toda via, em filmes, Cyborgs (Cybernetic Organism), seja tecnicamente um robô com partes orgânicas, ou seja, não é inteiramente feito por peças, por assim dizer. Ocorrerá uma exceção nesta lista.

Exterminador do Futuro 2: Dia do Julgamento (1991)

Embora ainda muitos considerem o T-800 um Cyborg, pra mim ele ainda é um robô apenas revestido de pele humano, um androide basicamente. Não sabia bem qual dos 2 primeiros "The Terminator" colocar nesta lista, mas acabei optando pelo 2, por envolver um embate com máquinas "distintas"; modelos diferentes, e a transformação do antagonista implacável do primeiro filme, para o prote... É, já escrevi a mesma coisa em dois outros posts mesmo... 

Robocop (1987)
Ok, aqui está a exceção. Murphy, o Robocop, é um exímio Cyborg; um ser humano com partes mecânicas inseridas em seus corpos. Acontece que o filme, além de satirizar o capitalismo, corrupção, violência, a gentrificação, a privatização, não vender uma máquina para o público, mas sim um homem-máquina, um ser com consciência que o povo se identifique, também aborda o "renascimento" de Murphy como um robô, e sua tentativa de retorna a sua natureza humana. A enorme diferença entre um dos mais queridos cyborgs da cultura pop para um robô normal, está nítido na cena do Robocop fugindo do ED-2009.

O Gigante de Ferro (1999)
Lembro que a primeira vez que assisti esse filme no Cartoon Network num daqueles domingos monótonos, eu chorei pelo final. Apenas recentemente que re-vi o filme, passei a ama-lo mais ainda do que antes, por toda sua estória de fundo, envolvendo os tempos da Guerra Fria, e toda mensagem por detrás do filme.

Wall-E (2008)
Mesmo "efeito" do "Gigante de Ferro", acontece nesse filme. É um filme da Pixar ou seja, é um excelente para todas as idades (frase genérica, e ultimamente a Pixar não tem feito filmes assim). Um robô "lixeiro", solitário, isolado, que ainda por cima consegue ser carismático, salva milhões de pessoas sedentárias.

Blade Runner - O Caçador de Androides (1982)

 Aah, Asimov; Dickson; C. Clark; Shaara; K. Dick... Esse último foi o autor do livro que serviu de base para Blade Runer - O Caçador de Androides. A estória... Totalmente profunda, afinal, o que é ser humano? Não oque é um ser-humano, mas como é ser um humano? Esta é justamente uma questão que não é tão simples, "rodeando" a cabeça do androide Roy. Em seus últimos minutos de existência, ele finalmente percebe que o humano tem a capacidade de aprender, conhecer, estudar, adquirir conhecimento a cada dia, a cada minuto. 
Você pode ter visto coisas que ninguém acreditaria, mas se ainda não assistiu Blade Runner... É realmente um filme os quais todos os seus momentos não se perderão no tempo como lágrimas na chuva. (desculpa, esse trocadilho foi realmente ruim mesmo)

Menções Honrosas:
2001 - Uma Odisseia no Espaço (1968)
 A temível inteligencia artificial que acabou sendo homenageado em Wall-E, presente nos livros "Odisseia...", e no clássico do Kubrick, não poderia deixa-lo de menciona-lo, pois seria uma heresia um personagem tão foda como esse num filme tão foda quanto e tão amado pelo Vinicius, de fora desta lista.

Metrópolis (1927)

Além de ser considerado o primeiro filme de gênero ficção-cientifica já feito (cof, cof, Viagem à Lua, cof), tem também um roteiro genial do próprio Lang, e é um marco para o cinema, por todo o conceito de distopia apresentado no filme, com belíssimas artes da cidade futurista.

Então esse foi o post. Faltaram uns filmes também, devo mencionar Soldado Universal e Westworld que decidi corta.

Alguém