E essas sequências de filmes que você para pra pensar: "... Eu vi o primeiro filme?"

Sequência de golpes :v
Você se deparou com uma sequência de um filme, totalmente diferente do mesmo? Acontece muito mesmo, como por exemplo o "tom" do filme, que, digamos era um filme de gênero "terror", passou para "humor-negro". Motivos nítidos para isso acontecer, é claro que é o aumento de orçamento na maior parte das vezes.

Batman - O Cavaleiro das Trevas
Você acabou de assistir um novo filme do Cavaleiro das Trevas, do Maior Detetive do Mundo, de forma totalmente "remodelada", para ficar adequado ao um universo realístico. Eu considero Batman Begins um dos melhores filmes de super-heróis de todos os tempos, pois o resultado saiu perfeito. E quando você vai assistir "The Dark Knight", de cara somos apresentados a um prólogo de roubo a banco (não preciso dizer é tão tão bem feito, tão bem dirigido), e BOOM! O Coringa era um dos assaltantes... Então o individuo já pensa: "Putz, que cara maluco." (imagine-o lendo "A Piada Mortal"), e assim o filme se segue. A estória do Cavaleiro das Trevas é bacana, tem começo, meio e fim. O "meio", é basicamente tensa e pessimista, é a queda do protetor de Gotham. 

Harry Potter e a Câmara Secreta
Nossa, eu realmente adora toda a franquia, eu cresci assistindo os filmes. Bem, escrevendo isso como se tivesse 6-7 anos de idade, basicamente o primeiro filme também tinha umas 2 cenas "assustadoramente-tensas", como Harry encontrando o Quirrel encapuzado na floresta e mais tarde o mesmo na última sala para adquirir a Pedra. Hoje em dia você assisti, nem se assusta... Pelo menos pra mim. Mas então veio o segundo filme, e vejamos bem, a atmosfera do filme é escura, a "voz" do Basilisco lembra os ruídos da câmera em primeira pessoa de Evil Dead... Tudo isso com a estória das pessoas aparentemente quase mortas por algo ou alguém, mas salvas por sorte. Mas, se bem que todas as sequências "causam esse efeito", por assim dizer, de não ter o mesmo tom do filme anterior. Ok por sinal é algo muito bom na franquia.

Adrenalina 2: Alta Voltagem 
Ok, Neveldine e Taylor já tinham feito um filme de ação exagerado em 2006. Meio trash, mas legal. Mas então em 2009, eles chegaram ao extremo com "Crank 2". É uma continuação que eu gosto de chamar de "suja", porque a fotografia é totalmente diferente do anterior, as transições de uma cena para a outra são exageradas demais (assim como a própria edição do filme), e... Não falando sobre a produção, mas a estória, o próprio filme, existem bem mais coisas que eles acrescentaram, ou re-utilizaram nele, de uma forma diferente, e bastante exagerada.
E ainda falando sobre Mark Neveldine e Brian Taylor, eis outra sequência de filme "suja" dirigida por eles:

Motoqueiro Fantasma 2: Espírito de Vingança
Bem, eu ainda curto um pouco o filme original. Nunca acompanhei Motoqueiro Fantasma, mas o filme, como apenas um blockbuster, e não como adaptação, é até bacana. A continuação, é... Bem, as cenas de ação são até legais, isso desde Crank eles conseguiam fazer (se não me engano, eles também são os câmeras no filme), mas de resto; o roteiro, o elenco...

Gremlins 2: A Nova Geração
Eu realmente adoro essa sequência. O original é sensacional, ótimo filme de humor negro, entre outros aspectos, mas esse já tem, "uma pegada Looney Tunes", por assim dizer. É bem mais divertido por ter vários "tipos" de Gremlins espalhados pelo prédio, além das paródias e sátiras que costumam aparecer bastante em várias cenas.

Mais Velozes e Mais Furiosos
O primeiro filme eu ainda acho muito legal (não tem uma estória original nhé), e já esse segundo, mais pra um filme de comédia. Não, mais para uma tentativa de dirigir um filme parecido com algum episódio de Vice City "Miami Vice". Mas fora isso, assim como todos os outros filmes da franquia (ou quase todos, menos o 4 e o 5), é divertido, e até legal de se assistir num dia monótono.

Star Trek: Além da Escuridão
Star Trek é o "Doctor Who Americano" (nossa, essa analogia que fiz foi meio sentido). Inicialmente "não aprovado" (se escreve de outra forma, mas esqueci a palavra...) pelos fãs, por pelo que parece que seria um reboot "teen" genérico, acabou que surpreendeu por ser um filme de ficção-cientifica tão foda, tão bem dirigido, com atuações ótimas e um roteiro legal, e que não repercutiu tão bem nas bilheteria ocidentais, mas bem mais em outras regiões. E eis que chega, digamos a prova de que Abrams realmente consegue dirigir um bom Star Wars; Star Trek Into Darkness consegue ser melhor e mais divertido que o primeiro filme (em minha opinião), e com a fantástica e brilhante atuação Benedict Cumberbatch.

Missão Impossível II
Eu adoro os filmes do De Palma, e Missão Impossível é o meu favorito deles. Eu nunca tive contato (até hoje), com a série original, então não sei bem se é "estilo" Esquadrão Classe A/Soldados da Fortuna, sei lá, mas o primeiro filme com uma pegada de thriller é excelente. Já o segundo, como alguns já resenharam, tem um roteiro alá filme de James Bond. É até bacana, mas... Meio chato, não cria aquele tipo de tensão que devia ter, como no Protocolo Fantasma (ação e roteiro brilhantemente exagerados). Curiosamente, eu curti pra caramba Face/Off, e o filme tinha momentos realmente tensos, diferentes desse.

O Exterminador do Futuro: O Julgamento Final
Adoro filmes de baixo orçamento (acho que mencionei isso num post), e existem tantos filmes tão bons e feitos com tão pouca quantia. The Terminator é um deles. E a sequência, foi lançado justamente nos anos 90, aquela época em que Hollywood tentava aproveitar e aprimorar ao máximo os efeitos especiais, as CGIs (haja filme com desastres naturais... Que acontecem principalmente na América do Norte), e The Terminator 2, foi um deles, e... Precisa mais palavras para falar sobre esse fucking-foda-filme-de-ação? Ainda mais com um notável antagonista implacável se transformando no protagonista heroico, protetor da criança que ele tentou matar anos atrás... Ou anos a frente...

A Bruxa de Blair
... O que falar sobre a continuação de filme, que não necessitava de continuação?! A criatividade de dirigir o filme em formato de "Food Footage" + sites e notícias falsas encontras em algo totalmente novo e viciante chamado "Internet", era algo genial. Mas então veio essa sequência com uma estória horrível e um elenco podre.

O Filho do Maskara
Década de 90, de novo, época onde os efeitos especiais eram intensamente "explorados", e o O Maskara foi um deles. E nossa, que filme foda, lembro ainda a primeira vez que assisti a 23h, e eu estava com sono, mas foda-se, tinha um ator em carne e osso fazendo coisas que só via em desenhos animados. Mas agora, qual a justificativa para uma sequência sem conexão alguma com o filme original? ... "Mudou o gênero", agora ele é infantil, e como o título cumpriu, veremos o filho do Maskara, fazendo... "Essas coisas". Nossa... Muito engraçado.

Highlander 2: A Ressurreição 
Aan... Sem comentários... Já que sou fã pra caramba da franquia Highlander filme blasfémico! O mesmo vale para as outras sequências (mas a série não conta, pois pode ser considerada em uma "realidade alternativa" e é bem desenvolvida, haha).

Ok, estou com sono, não quero escrever sobre mais filmes, este foi o post, espero que tenham gostado, sugestões sobre outros posts podem escrever ai ;)

Alguém