Esse cara é foda: Drew Struzan

A tecnologia é algo foda, admito. Celulares, Laptops, Ar-Condicionado, Televisão, Computadores...É fantástico, acho que ninguém do século 19 poderia imaginar que um dia a humanidade poderia evoluir para algo ótimo; bem, talvez Júlio Verne já poderia ter imaginado algo parecido com isso...Mas a questão desse post, são Posters; poster's de filme basicamente.
Nos anos 70 e 80, os posters de filme não são como hoje, cheios de Photoshop, edições, e outras coisas; eram desenhados basicamente; pintados a mão os cartazes de 99% dos filmes daquele época.

Um nome conhecido, talvez para 10% das pessoas que gostam de cinema, é Drew Struzan, americano nascido no final dos anos 40. 
Drew começou criando capas para álbuns para artistas musicais conhecidos, como do Black Sabbath, Bee Gees, DawnWelcome To My Nightmare de Alice Cooper, entre outros. Apesar do talento, ainda assim ele não ganhava bastante.


Mas foi nos anos 70 que Drew começou a trabalhar com cartazes de filmes, só que eram Filmes B. Mas mesmo assim, foi ainda exatamente em 1978 que estavam re-lançando o primeiro filme (4º cronologicamente) Star Wars: Uma Nova Esperança, e decidiram chamar Struzan para criar um novo poster para o re-lançamento do filme, que foi intitulado de "Circus".










Struzan então se destacou em criar cartazes ótimos, entre eles o sensacional de Blade RunnerOs GooniesNegócio ArriscadoLoucademia de PolíciaO Filme dos MuppetsOs Aventureiros do Bairro ProbidoIlha da Garganta Cortada, entre outros, inclusive os clássicos cartazes da Trilogia De Volta Para o Futuro, e das franquias Star Wars Indiana Jones.

Resumindo, ele fez cartazes de ótimos filme anos 80, clássicos da Sessão da Tarde, e memoráveis (no caso da Ilha [...], foi o retorno financeiro...).


Mas então chegaram os anos 90 (Ha...Tempos bons...), e a manipulação digital estava sendo mais utilizada, e as artes pintadas a mão começaram a entrar em declínio. Struzan não era mais contratado para criar aqueles lindos posters que eram os trailers daquela época: prendiam a atenção do espectador, te davam vontade de assistir o filme. Agora os atores estavam na imagem mesmo, com cenários criados digitalmente e tal.
Foram poucos posters que Struzan fez, como a versão americana de Harry Potter e a Pedra Filosofal, Hook - A Volta do Capitão Gancho, e uma versão não utilizado de Hellboy (que ficou perfeito), além de algumas capas para HQs.
Somente com o lançamento da Nova Trilogia de Star Wars, que chamaram Struzan de volta (possivelmente também fará o poster do episódio VII), e ainda estavam fantásticos, ótimos, bem feitos, parecia que pegava a essência que os filmes tinham, e jogava nos posters, de uma forma que parecia épico só de ver, ficaram até melhores que os filmes, mas fora isso, o'que disse antes, é equivale as outras obras dele. Além dessa trilogia, ele também retornou a fazer o poster de Indiana Jones e o Reino da Caveira de Cristal (2008).

Drew Struzan é um ótimo pintor e ilustrador; olhar para os posters que ele desenhou é como ver os trailers "épicos" dos filmes de hoje em dia. Olhar para os posters dele, era como imaginar o filme, pensando ao mesmo tempo na trilha sonora que geralmente era perfeitamente feita por John Williams.

Struzan já disse uma vez:
-"Eu amo a textura da tinta que faz a cor do coração. Do óleo das árvores e da tela e do papel. Amo a expressão da tinta a partir de um pincel ou do carvão que mancha as mãos. O gotejamento de pintura e de umidade de água, o cheiro dos materiais. Tenho prazer na natureza mutável de uma pintura com luz da manhã ou à tarde, quando o sol se transforma em laranja pintura ou pela luz do fogo à noite. Eu adoraria vê-lo, prendê-lo, tocá-lo, cheirá-lo e criá-lo. Meu presente é para compartilhar minha vida, permitindo que outros para ver em meu coração e espírito através de tais meios tangíveis, compreensível e familiar. A tinta é parte da expressão."

Drew Struzan deveria ser reconhecido por suas artes ótimas, bem feitas e lindas, assim como John Williams por suas trilhas sonoras nos filmes.

E mais alguns poster super fodasticos dele abaixo:
Os Aventureiros do Bairro Proibido (1986)

Blade Runner - O Caçador de Androides (1982) - Espetacular!
Indiana Jones e o Templo da Perdição (1984)
Ilha da Garganta Cortada (1995)
Rambo (1984)
Harry Potter e a Cãmara Secreta (2002) - Tão épico e foda, melhor que o lançado
[Mais alguns posters dele, clique aqui]

Alguém