Só pra Constar: As Melhores Coisas do Mundo

Essa fase da adolescência...Sempre putaria atrás de putaria, dilemas atrás de dilemas, depressão atrás de depressão, e por ai vai. Mas o que me espanta, é que justamente hoje (no dia que estou escrevendo, claro), dia 16 de Agosto de 2013, um dia normal, tranquilo, em que não estou com nenhuma viadagem da adolescencia, eu resolvi assisti esse filme. Ainda não sei o por que, só sei que alguma interferencia divina me fez assistir a As Melhores Coisas do Mundo, filme brasileiro lançado em 2010, com direção de Laís Bodansky, que conta a história de "Mano", um jovem que vive os altos e baixos da adolescência. Sofrendo crises da adolescência aos 15 anos.

Já cansei de ouvir que o cinema brasileiro é ruim, que raramente saem filmes bons, e blá blá blá, cheira meu ovo, e coisa e tal...Muitas vezes é verdade, e temos uma quantidade de filmes ruins maior do que filmes bons em nossas terras tupiniquins, mas quando vemos algo de qualidade, dá gosto! E é isso que é As Melhores coisas do Mundo. Um filme que fala da Adolescencia, para Adolescentes, sem cair naquela coisa estereotipada que vemos em Malhação e outros filminhos merdas por ai. 
O Filme aborda temas que outros diretores não abordariam e supreende em mostrar muito bem essa maldita fase (a qual, estou passando agora), tudo com um pé na realidade. Não que ele seja revolucionário e coisa e tal, mas é um filme que não te dá vergonha, ou que te faz pensar: "Puta que pariu...to vendo essa merda...que mentira da porra...que clichê...tá tão Malhação que só falta o Cabeção ai...".

As atuações estão muito boas, mesmo que tenha um ou dois capiais que estão no modo automático (Fiuk, abração cara! \o/). É um filme que não é pretensioso, que não quer ser algo mais do que um simples filme pra adolescentes. Talvez soe um pouco piegas para pessoas mais velhas, ou para que não está acostumado com pequenos ritmos que o filme trás, mas para os demais, isso não incomodará em nada. Ouzo em dizer que não todos, mas a maioria dos adolescentes irá se identificar com as situações de merda que Mano passa durante o filme.

Se você quiser assistir, de play ai!