O Homem Sem Signo (aquele livro de ação e fantasia, que te faz lembrar muito Cavaleiros do Zodíaco)

Isso sim que é música... E infância também.

No mundo de Maciaan as pessoas crescem ouvindo lendas sobre centauros, gigantes e misteriosos monstros do mar. De todas as criaturas fantásticas, os mais perigosos são os novos Cavaleiros de Ouro filhos do zodíaco , humanos que carregam em suas costas a marca da constelação que guia suas ações. O pai de Amato é o filho de Capricórnio e carrega consigo uma terrível maldição. Em "O homem sem signo", acompanhamos o crescimento de Amato e sua luta para quebrar a maldição do pai, que só pode ser desfeita com a morte dos outros onze filhos do zodíaco. Para encontrar os seus alvos, Amato precisará viajar para os lugares mais longínquos, lutar contra rebeldes, digladiar em arenas e provocar guerras entre reinos. A vontade do herói é posta à prova quando grandes amigos se revelam filhos do zodíaco, e a decisão de salvar o pai não parece mais tão correta. Mergulhe nesse mundo fantástico e descubra quem é o homem sem signo.

Acima, obviamente vocês acabaram de ler a sinopse do mais novo livro de fantasia e ação escrito pelo brasileiro Daniel Monteiro.
Criatividade é o não falta nesse livro. Desde o mundo de Maciaan, aos 2 reinos do leste e do oeste, até as lendas sobre centauros, homens-peixes, gigantes, e os temíveis filhos do zodíaco, ou, "caídos do céu". Bem, claro que boa parte do livro, dá pra perceber que o autor se inspirou bastante em Cavaleiros do Zodíaco (pela sinopse percebe-se, e ainda mais quando tem o misterioso... Saga.) e Hokuto no Ken (pelas marcas da constelações em suas costas e a história de fundo da personagem recorrente, Katia), respectivamente, um dos melhores animes e um dos melhores mangás desse planeta.
O livro que começa simples, se torna uma leitura ótima, misturado a ação, fantasia e tons políticos, envolvendo uma guerra entre os 2 reinos se aproximando, apenas de faixada por um desejo (ou missão) maior.
Ilustração por L.T.R. Stocco
Um ponto negativo que tem nas outras críticas do livro, é o excesso de personagens, de como são pouco memoráveis, ou até difíceis de se lembrar em outras partes do livro. Bem, não encontrei essa, "dificuldade", apesar de que sim, eu tive que forçar um pouco a memória para me lembrar de alguns personagens que eram de outros capítulos e acabaram aparecendo nos últimos capítulos. Ainda falando sobre os personagens, Amadeu, "o Imortal de Câncer", foi o melhor do livro, junto com Atreio (... Já ouvi esse nome em algum outro livro...), o filho de Sagitário, se não me engano, e Scorpio, o filho de... É obvio não? Já Amato, acaba por ser um personagem desprezível, e se tornando meio sádico no meio da estória, além de sua motivação ser pouco explicada.
Claro, publicado independentemente, tem alguns erros de português, mas poucos, nada muito "cara, você não passou nas provas de português né?".

"O Homem Sem Signo", é uma ótima leitura pra quem curte ação, fantasia, e violência. Imaginar isso num filme é legal, principalmente pelas partes do duelo no Impacta, ou nas partes finais do livro (que por sinal, o final é bem "WTF?")

Inicialmente lançado como e-book para Kindle na Amazon, foi feita uma versão impressa pelo site Clube dos Autores.

Alguém